Roteiros

Roteiro de 14 dias pelo Médio Oriente (Israel, Palestina e Jordânia)

Pelo Médio Oriente

4.12Kvisualizações

Olá World Citizens,

Partilho com vocês o meu roteiro de 14 dias pelo Médio Oriente (Israel, Palestina e Jordânia).

Dia 01 – Tel Aviv e Old Jaffa

Cheguei a Israel de madrugada, passei o controlo de passaporte onde me fizeram algumas perguntas do género “Qual a relação com a pessoa que vem consigo?”, “O que vem fazer?”, “Quantos dias vai ficar?”, “O que vai visitar?” e pouco mais…, depois dão um papelinho azul que se deve juntar ao passaporte.

Para ir para a cidade, optei pelo comboio do aeroporto até à estação HaShalom a mais próxima do centro, o trajeto demora uns 15 minutos e custa 13,50ILS (+/- 3,15€).

No entanto, a maneira mais cómoda é o Táxi, mas custa uns 160ILS (+/- 38€).

Para o 1º dia tinha planeado ficar pela zona de praia em Tel Aviv para descansar um pouco da viagem.

Passei a maíor parte do dia na praia e por volta das 16h fui para Old Jaffa fazer um free walking tour que começava às 17h. É uma boa maneira de conhecer e ficar a saber um pouco mais dos locais  e no final contribuir com o valor que se possa dar.

O trajeto entre Tel Aviv e Old Jaffa pode fazer-se a pé, de bicicleta, quem tiver alugado carro também pode ir mas o transito é caótico e normalmente tudo tem parque de estacionamento que não é nada barato e estacionem bem, vi muitos carros a serem rebocados.

Old Jaffa

Alojamento em Tel Aviv (Reserva Booking.com): Beachfront Hostel

Dia 02 – Cesareia Marítima, Acre, Rosh Hanicra e Haifa

De manhã fui levantar o carro que aluguei e saí de Tel Aviv em direcção ao Norte do país.

A 1ª paragem foi em Cesareia Marítima, construída pelo Rei Herodes na Costa do Mediterrâneo em homenagem a César Augusto.

Cesareia Marítima
Aqueduto Cesareia Marítima

E continuei mais para norte em direcção à cidade antiga de Acre, uma cidade costeira lindíssima cercada por muralhas.

Acre
Acre

Não estava nos meus planos iniciais, mas acabei por ir visitar e ainda bem que o fiz, as grutas naturais de Rosh Hanicra, formadas pela acção constante do mar contra as rochas brancas calcárias, mesmo na fronteira com o Líbano e que tem umas paisagens espectaculares.

Rosh Hanicra
Rosh Hanicra

No final do dia fui para Haifa, onde pernoitei.

Haifa

Alojamento em Haifa (Reserva Booking.com): Port Inn

Dia 03 – Haifa, Safed, Cafarnaum, Tabcha, Tiberíades, Yardenit e Nazaré

Este foi um dia completamente preenchido e infelizmente não consegui ver tudo o que tinha inicialmente planeado.

Comecei a manhã com uma bela visita aos Jardins Bahá’í em Haifa, centro da fé Bahai.

Jardins Bahá’í
Haifa Cable Car

Segui para Safed, uma cidade que atraiu muitos artistas, pintores e escultores  e onde muitos tem os seus estúdios e galerias, devido à sua localização no cimo de uma montanha com vistas de cortar a respiração.

Safed
Safed

Continuei a viagem para ir visitar a Igreja das Beatitudes, onde Jesus pronunciou o Sermão da Montanha, mas estava encerrada (horário das 8:30 às 12:00 e das 14:30 às 17:00. No Inverno fecha às 16:00).

Igreja das Beatitudes

Como não tinha muito tempo fui visitar a casa de Pedro e a Sinagoga em Cafarnaum, a uns poucos km´s de distância.

Casa de Pedro e Sinagoga

Visitei também Tabcha, onde se deu o milagre de Jesus da multiplicação do pão e dos peixes.

Tabcha

Passei por Tiberíades, um bom local para amantes de desportos aquáticos e visitei Yardenit onde o Rio Jordão deixa o mar da Galiléia e onde é realizado os Baptismos.

Yardenit
Yardenit

Já com pouco tempo, fui até Nazaré para visitar a Basílica da Anunciação que fechava às 18h.

Basílica da Anunciação
Basílica da Anunciação

Os locais que já não consegui visitar foi o Monte Tabor e da Basílica da Transfiguração de Jesus e Canãa, onde ocorreu o primeiro milagre de Jesus, a transformação de agua em vinho e a igreja das Bodas.

Continuei a viagem até Jerusalem onde fiquei alojada.

Alojamento em Jerusalem (Reserva Booking.com): The Post Hostel Jerusalem

Estacionamento: Centro Comercial Mamilla (custo por dia 12€) foi o recomendado pelo Hostel e onde deixei.

Recomendação: Quem poder fazer este percurso do Dia 3 em 2 dias

Dia 04 – Jerusalem, Cidade Antiga de Jerusalem e Monte das Oliveiras

Este dia foi praticamente preenchido com dois Tours que optei por fazer através do Hostel.

O 1º começou por volta das 08:45 a visitar a Cidade Antiga de Jerusalem, entrando pelo Portão de Jaffa, onde se vê a Torre de David e percorremos o Quarteirão Arménio, Judeu, Muçulmano e Católico (custo 40NIS (+/- 10€) e terminou por volta das 14:45.

Muro das Lamentações
Domo da Rocha
Santo Sepulcro

Às 14:00 iniciei o 2º Tour pelo Monte das Oliveiras que terminou na Cidade Antiga de Jerusalem, percorrendo a Via Dolorosa até ao portão de Damascus por volta das 18h, como era free walking tour no final dava-se uma gratificação que se pretendia ao guia.

Monte das Oliveiras
Via Dolorosa
Jerusalem
Jerusalem

Alojamento em Jerusalem (Reserva Booking.com): The Post Hostel Jerusalem

Estacionamento: Centro Comercial Mamilla (custo por dia 12€) foi o recomendado pelo Hostel e onde deixei.

Dia 05 – Belém, Jerusalem e Cidade Antiga de Jerusalem

Fui de carro até à Cidade de Belém na Palestina, onde fiquei a conhecer um pouco da cidade e do local onde Jesus nasceu.

Belém
Igreja da Natividade
Onde Jesus nasceu – Igreja da Natividade
Visitem a Palestina
Muro a separar Israel e a Palestina
Campo de Refugiados na Palestina

Regressei a Jerusalem para visitar o memorial oficial de Israel onde relembra as vítimas judaicas do Holocausto Yad Vashem, a Cidadela no lado ocidental da Cidade Velha (Local onde o Rei Herodes construiu o seu palácio), o Túmulo do Rei David, o local da ultima ceia de Jesus e onde Oskar Schindler´s foi sepultado e ainda deu tempo para revisitei alguns locais da Cidade Antiga de Jerusalem.

Yad Vashem
Túmulo do Rei David
Onde Oskar Schindler´s foi sepultado
Cidade Antiga de Jerusalem
Jerusalem

Alojamento em Jerusalem (Reserva Booking.com): The Post Hostel Jerusalem

Estacionamento: Centro Comercial Mamilla (custo por dia 12€) foi o recomendado pelo Hostel e onde deixei.

Dia 06 – Deserto do Negev e Mitzpe Ramon

Segui em direção a sul, percorrendo uma parte do Deserto do Negev (O Deserto do Negev ocupa 60% do território de Israel).

Visitei a cidade de Mitzpe Ramon que está localizada em pleno coração do deserto, a uma altitude de 860m, com uma vista fantástica para a Cratera de Ramon e onde acabei por pernoitar.

Mitzpe Ramon
Mitzpe Ramon

Alojamento em Mitzpe Ramon (Reserva Booking.com): HI – Mitzpe Ramon Hostel

Dia 07 – Eilat e Aqaba

Saí pela manhã de Mitzpe Ramon e continuei rumo a sul do país até Eilat, local bastante turístico, com grandes hotéis, praias, excelente para a prática de mergulho no Mar Vermelho.

Eilat

Depois de uma breve visita a Eilat, segui para a fronteira de Israel com a Jordânia, onde deixei o carro no parque de estacionamento (Gratuito).

A saída de Israel foi pacífica, fizeram só algumas perguntas nada de especial, contudo tive de pagar para sair do país – 102,00 NIS (cerca de 20,00€).

Já em terreno Jordano a entrada foi bem divertida, pois os Senhores da alfândega demostraram sempre boa disposição.

Como adquiri previamente o Jordan Pass que inclui entrada gratuita em mais de 40 atrações: Petra, Wadi Rum… não paguei visto à entrada na Jordânia, pois o mesmo já está incluido neste passe.

Depois de todas as formalidades terminadas, arranquei para a aventura em solo Jordano durante 5 dias e 4 noites, fui de taxi até ao hotel onde fiquei  alojada em Aqaba. Custo do taxi: 10JOD (+/- 12€).

O dia acabou por ser mais “Dolce Far Niente” e aproveitar um pouco da piscina do Hotel e da praia -Mar Vermelho.

Kempinski Hotel Aqaba Red Sea

Alojamento em Aqaba (Reserva directamente no site do Hotel, mas existe na Booking.com): Kempinski Hotel Aqaba Red Sea

Dia 08 – Aqaba e Petra

No dia anterior tinha negociado e agendado com o Taxista Amer para me levar até Petra por volta das 12h, mas o Hotel era tão bom que pedi late check out (confirmei também com o Amer se não havia problema) e fui para Petra já por volta das 17h.

Kempinski Hotel Aqaba Red Sea

O custo para percorrer os 126km rumo a Petra foram de 50JOD (+/- 60€).

Alojamento em Petra (Reserva Booking.com): Petra Palace Hotel 

Dia 09 – Petra

O dia começou bem cedo com a visita a uma das 7 Maravilhas do Mundo – Petra.

Percorri 1,7 km até a entrada do desfiladeiro que me levaria até ao Treasury (Al Khazneh) e depois continuei caminho até ao Monastério (Ad-Deir) esta ultima parte até ao Monastério não foi fácil com o calor que estava e ter de subir mais de 800 degraus…mas vale bem a pena.

Petra
Petra
Petra
Petra

Há noite fui assistir ao Espetáculo Petra by Night, não está incluido no Jordan Pass e custa 17JOD (+/- 20€).

Petra by Night

No final do dia somava 21,3km.

Alojamento em Petra (Reserva Booking.com): Petra Palace Hotel 

Dia 10 – Wadi Rum

Tinha agendado previamente com o Amer (Taxista) para me levar até ao Deserto de Wadi Rum, e como sempre lá estava ele  uns minutos mais cedo à minha espera. O preço de Petra para o Deserto do Wadi Rum foi de 30JOD (+/- 35€).

Quando cheguei ao Wadi Rum, fui logo abordada para fazer um tour, o qual recomendo, pois o deserto é lindíssimo, e não vale a pena ir para o alojamento pois não há muito para fazer…

O tour durou 6h30 (desde as 13h às 19:30) e custou 50JOD (+/- 60€) se for uma pessoa, duas passa para 70JOD no total (+/- 85€) e ainda dá para mais umas 4 pessoas e o preço vai diminuindo por pessoa. É possivel fazer tours de menos horas que ficam mais em conta.

Wadi Rum
Wadi Rum
Wadi Rum

Alojamento Wadi Rum (Reserva Booking.com): Wadi Rum Night Luxury Camp

Dia 11 – Massada e Mar Morto – Ein Gedi

Mais uma vez o Amer (Taxista) foi buscar-me ao deserto do Wadi Rum e levou-me até à fronteira para entrar novamente em Israel. Custo Wadi Rum – Fronteira 20JOD (+/- 25€).

No total gastei cerca de 130€ em Táxi, mas compensava no meu caso, pois o aluguer do carro ficava-me mais ou menos ao mesmo preço e ainda tinha de adicionar o combustível.

O Amer foi sempre muito simpático e prestável. Na 1ª viagem da fronteira para Aqaba não tinha dinheiro, pedi-lhe passar num ATM onde ele disse que podia pagar no dia seguinte quando me fosse buscar para levar para Petra.

No Wadi Rum não tinha dinheiro suficiente para pagar o Tour pelo Deserto e não existia ATM´s por perto, de forma a poder fazer o passeio, o rapaz do tour disponibilizou-se a ligar para o Amer para ele trazer o dinheiro no dia seguinte quando me fosse buscar e mais uma vez mostrou confiança e disponibilizou-se logo e levou o dinheiro no dia seguinte.

Fica o contacto +962 772550927 Amer, a melhor maneira é enviarem um WhatsApp.

Taxista Amer

Passei a fronteira mais uma vez sem problemas e o carro estava no parque de estacionamento todo bonitinho e pronto para seguir para Massada.

Massada

E logo depois para o Mar Morto – Ein Gedi.

Ein Gedi – Mar Morto

Alojamento Ein Gedi – Mar Morto (Reserva Booking.com): Isrotel Ganim Hotel Dead Sea

Dia 12 – Mar Morto – Ein Gedi e Tel Aviv

Da parte da manhã aproveitei para ficar mais um pouco no Mar Morto

Ein Gedi – Mar Morto

E a seguir ao almoço segui para Tel Aviv para aproveitar um pouco de praia e entregar o carro alugado.

Tel Aviv

Alojamento Tel Aviv (Reserva Booking.com): Beachfront Hostel

Dia 13 – Tel Aviv

De manhã visitei um pouco da cidade de Tel Aviv, o Carmel Market, a zona da Colónia Americana e Alemã, Local Street Art, White City – UNESCO world Heritage site, Independence Hall, Rothschild Boulevard e terminei em Old Jaffa com uma visita ao Jaffa Flea Market.

Tel Aviv
Carmel Market Tel Aviv
Local Street Art
Local Street Art
Jaffa Flea Market

Da parte da tarde um pouco mais de praia 🙂

Tel Aviv

Alojamento Tel Aviv (Reserva Booking.com): Beachfront Hostel

Dia 14 – Tel Aviv

O ultimo dia foi destinado a um belo e maravilhoso dia de praia.

Tel Aviv

Como só tinha voo no dia seguinte,  (04:45), consegui deixar as malas no Hostel e ao final do dia ainda foi possível tomar um belo banho e jantar por Tel Aviv.

Os transportes públicos não estavam a funcionar 🙁 e não me restou outra alternativa senão ir de taxi para o aeroporto. – 160ILS (+/- 38€).

A saída de Israel também foi pacífica e aqui não paguei para sair 🙂

World Citizen Girl

2 comentários

  1. Olá! Estou começando a planejar uma viagem de 15 dias pelo oriente médio, encontrar esse post foi uma alegria só!! Só uma dúvida: vc viajou sozinha? Estou indo sozinha, você acha seguro? Alguma dica? Obrigada!

    1. Olá Priscila 🙂 Não viajei sozinha, mas senti-me “praticamente” sempre segura, principalmente na Jordânia (que adorei tudo, pessoas muito simpáticas, Petra, Wadi Rum… é lindíssimo). O “praticamente” deveu-se a um pequeno episódio em Jerusalém que assisti, mas foi tudo tão rápido que nem me cheguei a aperceber bem o que aconteceu. Acho que um Judeu se virou contra uns Muçulmanos na parte Muçulmana nas muralhas eu passei pelo Judeu e passado uns segundos quando olhei para trás já estavam 3 da força especial em cima dele, mas não me apercebi do que ia fazer. Foi talvez o lugar “um pouco mais tenso” e que se sabe que pode acontecer alguma coisa, como não, mas de resto de norte a sul não tive mais qualquer problema, nem na Palestina.

Deixar uma resposta